top of page
Jornais

Notícias

Sangramento no nariz pode ser câncer?

O sangramento nasal é muito comum, muitas pessoas ao longo da vida já tiveram episódios dessa condição. Pode existir sim uma correlação do sangramento no nariz com um câncer da cavidade nasal ou dos seios paranasais, mas na maioria das vezes não se trata de um câncer e sim de uma situação pontual.


mulher assoando o nariz

Podem ser muitas as causas de um sangramento nasal, entre elas estão: ressecamento das narinas; hipertensão arterial; sinusite; rinite; alergias respiratórias; presença de corpo estranho no nariz; desvio de septo nasal; efeito do uso de certos medicamentos, como sprays nasais; assoar o nariz com força; infecções; pancada no nariz; distúrbios hemorrágicos.


É muito importante observar o que pode ter motivado essa situação e caso o sangramento seja persistente, buscar avaliação de um médico especialista, geralmente um otorrinolaringologista, para investigar se existe alguma doença que está provocando esse sintoma.

 


Sangramento nasal e o câncer


O sangramento nasal também pode ser um dos sintomas do câncer que se desenvolve na região da cavidade nasal, que vai das narinas até a faringe, ou dos seios paranasais, espaços cheios de ar que ficam no interior dos ossos da face e do crânio e ajudam na circulação do ar que respiramos.


Os tumores nasais e paranasais podem ser tanto benignos (não cancerosos, pois crescem somente no local e não se espalham para outras partes do corpo) ou câncer, com risco potencial de afetar outros órgãos ou glânglios linfáticos.

 

Esse tipo de câncer é raro e atinge com mais frequência pessoas acima dos 55 anos de idade., mas podem ocorrem em qualquer idade.



Quais os sinais de um câncer de cavidade nasal


Além do sangramento nasal, alguns outros sinais podem indicar a presença de um câncer na cavidade nasal, entre eles a presença dos seguintes sintomas, com piora progressiva e duração superior há 2 semanas, geralmente de um dos lados do nariz apenas:

 

  • Dificuldades em respirar pelo nariz;

  • Perda do olfato;

  • Congestão nasal que não melhora;

  • Inchaço ou dores na face;

  • Ferida ou lesão no céu da boca que permanece após semanas;

  • Dificuldades para abrir a boca;

  • Protrusão do globo ocular ou pressão nos olhos.

 

Esses sintomas não necessariamente representam a presença de um câncer, pois também podem ser decorrentes de outras doenças ou quadro clínicos, por isso, a avaliação de um médico otorrinolaringologista ou cirurgião de cabeça e pescoço é fundamental para o diagnóstico preciso.


Em caso de suspeita de um câncer na cavidade nasal, o especialista poderá solicitar exames de imagem e, para confirmação, uma biópsia, que é a análise em laboratório de uma parte ou tecido do tumor que foi retirada.

Kommentit


bottom of page