Jornais

Notícias

Benefícios da Cirurgia Robótica no tratamento do câncer de cabeça e pescoço

A cirurgia robótica permite que o médico realize alguns procedimentos cirúrgicos complexos com mais precisão, flexibilidade e controle em relação a técnicas cirúrgicas convencionais. Considerada um tipo de procedimento minimamente invasivo, a cirurgia robótica pode ser utilizada no tratamento de diversos tipos de câncer, inclusive os da região da cabeça e pescoço, trazendo uma série de benefícios ao paciente.



Criada na década de 1980, na Inglaterra, a tecnologia permite a remoção de alguns tipos de tumores com menos efeitos colaterais ao paciente. No Brasil, a cirurgia robótica teve início em 2008 e desde então já foram realizados mais de 10 mil procedimentos (a maior parte deles nas áreas de Urologia, Ginecologia e Cirurgia Geral).


A cirurgia robótica é uma técnica de alta complexidade e, por isso, a presença de um cirurgião experiente e certificado é necessária, pois o manuseio exige um treinamento específico.


Como funciona a Cirurgia Robótica?


A cirurgia robótica é realizada por meio de um robô controlado totalmente pelo cirurgião. Os braços do robô replicam os movimentos realizados pelas mãos do cirurgião. É o médico que direciona todos os movimentos do robô usando um console, parecido com um joystick (controle) de videogame. Este robô tem braços mecânicos com instrumentos cirúrgicos e um aparelho endoscópico, o que permite entrar em regiões de difícil acesso do corpo humano com ou sem incisões (cortes) em áreas externas. Em operações da garganta as incisões são realizadas por dentro da boca. Para alguns tumores do pescoço as incisões podem ser realizadas em áreas não visíveis (como atrás da orelha). Existe ainda uma modalidade de cirurgia endoscópica realizada por dentro da boca para tratamento de algumas doenças da tireoide.


Durante o procedimento cirúrgico, o médico tem acesso as imagens de alta precisão em um monitor 3D, full HD, aumentadas em até 10 vezes, que exibe tudo que o que é filmado por uma câmera dentro do corpo, no local onde será realizada a cirurgia. O equipamento consegue realizar movimentos precisos, sem tremor, como giros de 360 graus, difíceis de serem feitos pela mão humana.


Quais tipos de câncer de cabeça e pescoço podem ser tratados com a Cirurgia Robótica?


A cirurgia robótica pode ser utilizada no tratamento de diversos tipos de câncer de cabeça e pescoço, entre eles: câncer de laringe, câncer de faringe, câncer de tireoide e também quando há necessidade de fazer esvaziamento cervical, procedimento para remover linfonodos (gânglios linfáticos) e vasos linfáticos que foram atingidos por um câncer, principalmente os que acometem as glândulas salivares, tireóide e garganta.

Deve-se ressaltar, no entanto, que a maioria dos pacientes não é candidato a cirurgia robótica. A cirurgia convencional é ainda a mais utilizada para tratamento da maioria dos tumores de cabeça e pescoço.


Quais os benefícios da Cirurgia Robótica no tratamento do câncer de cabeça e pescoço?


São vários os benefícios da cirurgia robótica para o paciente com tumores que podem ser tratados por cirurgia robótica ao invés da convencional, entre eles:


• Menor risco de complicações pós-cirúrgicas, como a infecção de sítio cirúrgico (ISC), que pode ocorrer nas partes do corpo que foram manipuladas durante a cirurgia;

• Menos dor e menor risco de perda de sangue;

• Menor tempo de internação;

• Do ponto de vista estético, o procedimento evita cicatrizes grandes e aparentes causadas pelas incisões para remoção dos tumores, pois na cirurgia robótica os instrumentos cirúrgicos podem entrar via cavidade oral ou serem realizados em locais pouco visíveis como atrás das orelhas ou pelo parte interna dos lábios, no caso da cirurgia de tireoide. Além disso, as incisões são muito pequenas e discretas.

• Redução da necessidade de cirurgias reparadoras, pois a pele e os tecidos das áreas próximas ao tumor são mais preservados;

• Recuperação mais rápida, acelerando o retorno às atividades diárias.