top of page
Jornais

Notícias

Nomes dos tumores malignos do câncer de cabeça e pescoço

Quais são os tipos de um câncer? Apesar do nome da doença ter sido um tabu por vários anos, na verdade, trata-se de um conjunto de mais 200 tipos de tumores, que podem ser classificados de acordo com a parte do corpo ou do tecido que se originam, como um câncer de mama, pulmão ou de próstata.


Entre os tipos de câncer de cabeça e pescoço, por exemplo, os que apresentam maior incidência na população são os de boca, laringe e tireoide, além de registros também na faringe, pele, seios paranasais, base de crânio e glândulas salivares.


Mas mesmo entre os tumores que se manifestam em uma mesma parte do corpo, há também diferenças dos nomes entre eles. Ou seja, um caso de câncer de tireoide não necessariamente será igual ao de outra pessoa que recebeu o mesmo diagnóstico. Isso ocorre porque há também variações de acordo com o tipo de célula em que a doença é desenvolvida.


Até porque o câncer se trata de um crescimento descontrolado de células danificadas em um local, o que gera o aparecimento de um tumor. E há diferentes tipos celulares em nosso corpo, como as ósseas, cerebrais, musculares, sanguíneas, entre outras. Por isso, nesse texto vamos demonstrar quais são os principais nomes técnicos de um tipo de câncer e quais suas características.


Os principais tipos de câncer, de acordo com a célula que se origina


  • Carcinoma - quando o tumor maligno começa na pele ou mucosa que reveste algum órgão interno. É o principal tipo de câncer, corresponde a mais de 80% dos casos. Há diferentes subtipos, como adenocarcinoma ou carcinoma basocelular, que serão

  • explicados melhor mais adiante.

  • Sarcoma - casos em que o câncer se manifesta em tecidos conjuntivos ou de suporte, como ossos, cartilagem, músculo ou vasos sanguíneos.

  • Leucemia - câncer que se origina em tecidos que produzem células sanguíneas, como a medula óssea, é caracterizado por atingir os glóbulos brancos.

  • Linfoma - doença que inicia nos linfócitos, um tipo de glóbulo branco, localizados no sistema imunológico do corpo, em partes como os gânglios linfáticos.

  • Mieloma - câncer que é desenvolvido nos plasmócitos, células responsáveis pela produção de anticorpos que protegem o corpo de infecções.



O carcinoma e seus principais tipos


Quando falamos do câncer de cabeça e pescoço, a variação mais encontrada é o carcinoma, cuja formação inicia a partir de tecidos epiteliais. Esse tecido reveste toda a pele e mucosas e é importante para protegê-los, além de ter outras funções, como por exemplo, atuar na absorção de nutrientes (no caso da mucosa do estomago e do intestino).


Existem 4 principais tipos de carcinoma quando se fala de todos os tipos de câncer. Conheça um pouco mais sobre cada:


  • Adenocarcinoma - câncer que pode atingir as glândulas e os tecidos de órgãos que realizam alguma função de excreção. É o tipo mais comum de diversos tipos de câncer, como intestino, esôfago e mama

  • Carcinoma de células escamosas - a origem do câncer se dá nesse tipo de célula, que reveste superfícies mucosas da cabeça e pescoço, como as que estão dentro da boca, garganta e laringe. O carcinoma de células escamosas é também o segundo tipo mais comum de câncer de pele, e pode ser detectado em regiões como o rosto.

  • Carcinoma basocelular – quando a doença começa nas células basais, que revestem a camada mais profunda das células da pele. É o tipo mais comum de tumor na pele, portanto é também o câncer mais diagnosticado no mundo.

  • Melanoma - originado dos melanócitos que são células com pigmento ativadas pela luz solar. Pode se iniciar em manchas benignas, chamadas de nevus. Esses tumores tem grau elevado de invasão e risco de metástases.

  • Nas glândulas salivares temos diversos tipos de carcinomas, dependendo da célula que deu origem. Os mais comuns são os carcinomas adenoide císticos e mucoepidermoides.


Entre os diagnósticos do câncer de cabeça e pescoço existe um destaque: o câncer de tireoide, o mais comum entre as mulheres. No caso dessa doença, os carcinomas recebem outros nomes – justamente por crescer em diferentes tipos de células. Confira quais são:


  • Carcinoma papilífero - corresponde a mais de 80% dos casos de câncer de tireoide, essa doença atinge as células foliculares, as responsáveis em produzir os hormônios da tireoide que ajudam a regular o metabolismo. Costuma ter um crescimento lento e é mais frequente em mulheres adultas jovens.

  • Carcinoma folicular - responsável por cerca de 5% dos casos, esse câncer é mais comum em locais onde a dieta é deficiente em iodo. No Brasil, esse componente é adicionado ao sal para ajudar na saúde nutricional da população e ajuda na redução desse tipo de câncer.

  • Carcinoma medular - tumor com origem nas células parafoliculares, encontradas na tireoide e que atuam na produção de um dos hormônioas da glândula - mais precisamente na calcitonina, que ajuda a regular o metabolismo de cálcio do corpo.

  • Carcinoma anaplásico - o tipo mais raro de câncer de tireoide, é também o mais agressivo. As pessoas mais diagnosticadas com essa doença são mulheres acima de 60 anos. O termo “anaplasia” significa o desenvolvimento anormal de uma célula ou tecido e, neste caso, o crescimento rápido do nódulo na tireoide costuma ser doloroso.

Kommentare


bottom of page