top of page
Jornais

Notícias

Criança pode ter câncer de tireoide?

O câncer de tireoide é um dos mais comuns na população adulta, principalmente entre as mulheres, mas entre as crianças e adolescentes a incidência é bem menor.



Até os anos 2000, tratava-se de uma doença bastante rara nessa faixa etária; recentemente, no entanto, os casos desse tipo de tumor cresceram em pessoas de 0 a 19 anos, segundo levantamento da Agência Internacional para Pesquisa sobre Câncer (IARC), entidade que faz parte da Organização Mundial da Saúde (OMS).


O estudo revela o aumento, principalmente, de formas benignas dos tumores na tireoide nas crianças e adolescentes, que não evoluíram para um quadro cancerígeno. São pacientes que, na maioria dos casos, são assintomáticos, ou seja, não tiveram um sinal da doença.


O aumento de casos, portanto, pode não se tratar do surgimento de um novo fator de risco que leve ao aumento de casos de câncer de tireoide em crianças e adolescentes, mas sim um fenômeno chamado "super-diagnóstico", quando os exames são feitos em pacientes sem sintomas ou causas e indícios da doença são localizados, mas não há a perspectiva de avanço da doença.


Por isso, a investigação contra o câncer de tireoide não é indicada para pacientes pediátricos sem sintomas, exceto para familiares de pacientes com carcinoma medular ou síndrome de neoplasias endócrinas múltiplas. Pessoas sem os fatores de risco de tumores na tireoide, seja crianças, adolescentes ou adultos, também não precisam passar por rastreamento.

 

Sinais do câncer de tireoide nos pacientes pediátricos


A maioria das crianças e adolescentes com câncer de tireoide não têm sinais óbvios da doença. Os tumores nesses casos, podem ser identificados em exames para investigar outra condição clínica na região do pescoço.


Caso o tumor na tireoide manifeste algum sintoma, o mais comum é o surgimento de um caroço na região do pescoço. Isso não significa que o aparecimento desse inchaço já represente um câncer, e sim que esse sinal merece ser investigado. Cerca de apenas 20% dos nódulos são cancerígenos.


Outros sintomas podem ser: a sensação de que tem algo preso na garganta quando a pessoa se alimenta ou ingere algum líquido, além de rouquidão e mudança na voz. Essas manifestações merecem uma investigação médica somente se persistirem por mais de duas semanas.


Existem fatores de risco para o câncer de tireoide?


Cerca de 90% dos casos de câncer de tireoide em crianças e adolescentes não tem uma causa definida. Já nos outros 10%, que possuem um fator de risco mais específico, geralmente ocorre por causa de um fator genético, como uma síndrome hereditária, que consiste na alteração de um gene que pode aumentar as chances desse tumor aparecer. Essa síndrome hereditária pode ser observada em casos de famílias com mais de um caso do mesmo tipo de câncer.


Outros fatores de risco para o câncer de tireoide em crianças e adolescentes podem ser:


  • Exposição à radiação na cabeça e pescoço como parte do tratamento prévio contra um outro câncer na região;

  • Doenças autoimunes que atingem a tireoide, como Tireoidite de Hashimoto ou tireoidite linfocítica crônica.

Comments


bottom of page