top of page
Jornais

Notícias

Verão chegou: previna-se contra o câncer de cabeça e pecoço

O início do verão coincide com o período de férias, praia e viagens para muitas pessoas no Brasil. Momentos em que as pessoas podem se expor mais ao sol e, por isso, precisam ter ainda mais atenção para se proteger e evitar complicações ou doenças, como o câncer de pele e o de lábios.


A exposição aos raios ultravioletas (UV) é a principal causa da maioria desses casos de câncer, pois eles têm capacidade de danificar as células da pele. Esses raios podem vir tanto diretamente do sol, quanto de câmeras de bronzeamento artificial - proibidas para fins estéticos no Brasil desde 2009.


Um ponto de atenção importante: proteger-se dos raios UV é importante durante todo o ano, não somente no verão. Esse cuidado é reforçado nessa estação porque é um período que exige ainda mais atenção pela maior intensidade dos raios, além de que mais pessoas se expõem.


Como se proteger do sol e se prevenir do câncer de pele e de lábio


Os raios ultravioletas (UV) são o principal fator de risco da doença e, por isso, evitá-los é a forma mais eficaz de prevenção. Veja os hábitos mais importantes para se proteger:


  • Protetor solar - O melhor aliado para auxiliar na prevenção do câncer de pele, o protetor solar pode variar de acordo com o fator de proteção solar (FPS). A numeração (15, 30, 50 e 70) não representa a potência do filtro, mas sim o tempo que o produto possibilita que a pele fique protegida enquanto exposta ao sol. O protetor solar de FPS mais alto, portanto, apenas prolonga o período de resistência. Por isso, os mais indicados para pessoas de pele mais clara são as numerações maiores, para que não seja necessário ficar reaplicando o produto várias vezes. Isso, porém, não significa que basta usar o protetor solar apenas uma vez. É importante reaplicar depois de algumas horas de exposição ao sol ou caso entre em contato com a água, seja do mar, de piscina, do chuveiro ou do suor.


  • Protetor labial – Além do filtro solar para a pele do rosto e das partes do corpo expostas ao sol, é importante também utilizar um protetor solar específico para os lábios, que pode ajudar na redução de feridas e na prevenção do câncer nessa parte da boca.


  • Evitar a exposição da pele diretamente ao sol – Utilizar uma camiseta, por exemplo, já auxilia na proteção da região do tronco. Por isso, quando precisar se expor ao sol, use roupas, boné ou chapéu e óculos escuros (que tenham proteção contra rios UV). Leve objetos como sombrinhas e guarda-sol e aproveite estruturas como barracas e lugares com sombra.


  • Hora certa para sair - Evite os horários de maior incidência dos raios ultravioleta, que costumam ser mais fortes entre 10h e 16h. Caso queira praticar atividades ao ar livre, tente fazer nas primeiras horas da manhã ou nas últimas horas do dia.


Fatores de risco para o câncer de pele e de lábio


Outro ponto de atenção no verão é quanto às pessoas com maior risco para o desenvolvimento de doenças como o câncer de pele e de lábio. Um desses fatores é a própria cor da pele: os de tons mais claros são mais suscetíveis a ter esses tipos de câncer por ter menos melanina, que é responsável em determinar a cor da pele e do cabelo, e essa substância também desempenha uma defesa natural contra o sol. Isso não significa que quem tem a pele mais escura está invulnerável ao câncer de lábio, mas sim tem uma proteção um pouco maior.


Vale lembrar que o câncer de pele e de lábio são, em muitos casos, evitáveis, e por isso essas dicas são importantes para a sua saúde. Ainda assim, o câncer de pele é o tipo mais frequente da doença, com mais de 220 mil novos casos por ano no Brasil. Já o câncer de lábio é o terceiro tipo mais comum entre todos que podem afetar a boca.


Neste verão, portanto, tenha um olhar especial para sua saúde para que possa aproveitar melhor o período e evitar o desenvolvimento desses tipos de câncer.

Comentários


bottom of page